“Meninos da Graça | Plataforma de Criação Artística” é um projeto de alumni UÉvora

Assumindo-se como um grupo profissional de teatro fundado em 2016, é dirigido pelo ator, professor e criador Pedro Filipe Mendes, alumnus de Estudos Teatrais-área vocacional (2004/07) e mestre pela primeira edição do Mestrado em Teatro (2007/09) pela Universidade de Évora.

Assumindo-se como um grupo profissional de teatro fundado em 2016, é dirigido pelo ator, professor e criador Pedro Filipe Mendes, alumnus de Estudos Teatrais-área vocacional (2004/07) e mestre pela primeira edição do Mestrado em Teatro (2007/09) pela Universidade de Évora.

 

O grupo tem como objetivo a criação de espetáculos profissionais de dois tipos: Teatro/Educação e Teatro/Dança. Todos os elementos que entram nos espetáculos são formados pela Universidade de Évora (Escola de Artes). A cidade de Évora é o ponto de encontro, no entanto, o trabalho dos “Meninos da Graça” tem um propósito nacional e internacional. Para cada produção o grupo procura um mecenas ou uma parceria institucional que permita a realização financeira dos espetáculos.

O projeto foi criado no seguimento de uma proposta do ator Figueira Cid para uma parceria com a companhia A Bruxa Teatro. Pedro Filipe Mendes depois de ter trabalhado como ator no espetáculo OXIGÉNIO com encenação de Figueira Cid, criou e dirigiu o espetáculo CONSTATIN G. ACABA DE SE MATAR - texto de Rui Pina Coelho (eborense, antigo professor de Teatro da U Évora). A equipa foi escolhida pelo próprio e deu o mote à criação dos Meninos da Graça (nome inspirado pelas gárgulas de uma das igrejas da cidade).

Logo após terminar o Mestrado, Pedro Filipe Mendes criou um workshop para desenvolver as suas investigações na área do trabalho do ator/performer. Paralelamente ao seu percurso profissional como ator e professor, realizou-o em vários pontos do país - LABORATÓRIO DE PESQUISA E CRIAÇÃO TEATRAL (conta já com 12º edições nacionais e internacionais). Em 2015 realizou este workshop na Universidade de Évora no contexto dos projetos de alunos finalistas da licenciatura em teatro. Dirigiu o espetáculo A LIÇÃO, de E. Ionesco. Nesse ano, e a partir do incentivo da professora Ana Tamen, começou a surgir a ideia da criação deste grupo. 

Atualmente, Pedro Filipe Mendes é o elemento fixo ao qual, de acordo com os trabalhos a desenvolver, se juntam outros profissionais num universo de quinze alumni (músicos, artistas plásticos, bailarinos, designers, fotógrafos, atores e performers).

Publicado em 14.11.2017