Ana Cláudia Pimenta
Mestrado em Psicologia/2011-2012
Costumo dizer que os cursos são o que cada um de nós faz "deles" e com "eles".

Cargo à data do testemunho:

Retail Sales Representative na Nestle

1 - Como foi estudar na Universidade de Évora?

Estudar na UÉvora foi uma experiência marcante e que recomendo vivamente. Entre a qualidade da formação, a disponibilidade e proximidade do corpo docente, a magia do espírito académico que se vive na cidade e as boas amizades que trago comigo, foi o inicio de um percurso profissional do qual me orgulho.

2 - Como descreve o impacto na vida profissional?

Foi através do Mestrado em Psicologia do Trabalho e das Organizações que desenvolvi na UE, que tive a possibilidade de ser entrevistada na casa onde ainda hoje permaneço - A Nestlé. Após 4 anos em Recursos Humanos, maioritariamente dedicada às áreas Recrutamento e Employer Branding, abracei um desafio na área de Vendas. Todas as competências que desenvolvi durante a minha passagem por Évora (quer a nível técnico e académico, quer a nível pessoal) foram essenciais para conquistar as oportunidades que têm surgido no caminho.

3 - Integra algum projeto que pretenda divulgar? Em que consiste?

O facto de neste momento assumir um profissão que à partida não estaria no "currículo" de um Psicólogo, como certamente acontecerá com outros ex-alunos da UE, mostra que o mercado de trabalho está cada vez mais aberto a receber pessoas de áreas diferentes em funções para as quais não seriam consideradas numa primeira abordagem. O curso que escolhemos em nada deve ser uma limitação pois o gosto pela aprendizagem e a curiosidade devem acompanhar-nos sempre.

4 - Que mensagem de incentivo pretende deixar a futuros e atuais alunos?

Costumo dizer que os cursos são o que cada um de nós faz "deles" e com "eles". Não existe um percurso integral definido nem um rumo mais certo que outro. A melhor mensagem que posso partilhar com futuros e atuais alunos é que sigam sempre os vossos instintos. Lutem com afinco e humildade pelos vossos sonhos e jamais acreditem quando vos dizem "não vais ter emprego". O futuro somos nós e está em cada oportunidade que connosco se cruza no dia a dia. Aproveitem todos os arraiais nos claustros, todas as tardes (e noites) no Manel dos Potes, todos os momentos em grupos e núcleos académicos à disposição e, sobretudo, cada situação que vos correr menos bem para crescer e aprender. Vão desenvolver competências pessoais e contactos que serão úteis no futuro (mais do que possam imaginar). Não sei se o tempo que passamos na Universidade é o melhor da nossa vida. Mas tenho a certeza que é dos mais marcantes. É para muitos o primeiro momento em que gozam da liberdade de ser exatamente o que se é. Definir e redefinir valores, mudar ou vincar crenças, tomar decisões e criar laços. O mundo profissional não é cor-de-rosa todos os dias. Mas fazer exatamente aquilo que se gosta e ter a sorte de acordar com vontade de ir trabalhar é um privilégio que só quem tem a ousadia de seguir as suas paixões pode ter. A UÉ é sem dúvida o melhor cenário para ousados e curiosos que procurem o seu caminho!

Dt. Testemunho: 04.09.2017