João André Carrilho
Licenciatura em Artes Visuais - Multimédia /2013 -2014
A experiência universitária deve ser encarada como uma incubadora de ideias que nos levam a tentar fazer coisas que nos satisfaçam pessoalmente...

1 - Como foi estudar na Universidade de Évora?

Estudar na universidade de Évora foi uma experiência muito interessante que me ajudou a crescer gradualmente a nível pessoal e académico. A pequena dimensão da cidade sugere um ambiente descontraído para a socialização entre os estudantes facilitando a adaptação, a troca de experiências e a partilha de ideias em trabalhos académicos.
A interação com os professores e técnicos era sem grandes formalidades mas com respeito, o que criava uma relação saudável com os alunos.
Em relação ao curso que frequentei, Artes-visuais Multimédia continha disciplinas diversas e interessantes que me ajudaram a ampliar o meu pensamento criativo e conhecimento técnico. No entanto, notei uma falta de foco nos programas para o mercado de trabalho.

2 - Como descreve o impacto na vida profissional?

A universidade deu-me a possibilidade de criar um pequeno projeto que mudou completamente a minha vida. A oportunidade de trabalhar com o professor José Miguel Ribeiro que é uma referência na área da animação, despertou em mim um desejo e ambição de pertencer a essa mesma área. Juntamente com ajuda dos meus colegas e com as condições que o universidade me ofereceu considero que foi sem duvida  o meu primeiro passo no caminho profissional que escolhi e que me faz feliz.

3 - Integra algum projeto que pretenda divulgar? Em que consiste?

Neste momento estou em transição entre projetos, estava trabalhar na Irlanda do Norte como animador 2D numa serie infantil para TV chamada "Little Roy", transmitida na BBC Kids sobre uma criança desenhado animado que vive no mundo real com a sua família de pele e osso. O próximo projeto que vou integrar será produzido na Alemanha e é também uma serie de TV infantil internacional transmitida pela Cartoon Network, do seu nome "Amazing World of Gumball", esta conta a historia de Gumball e Darwin, um rapaz gato e um rapaz peixe que vivem as historias mais incríveis numa cidade muito peculiar.

4 - Que mensagem de incentivo pretende deixar a futuros e atuais alunos?

A experiência universitária deve ser encarada como uma incubadora de ideias que nos levam a tentar fazer coisas que nos satisfaçam pessoalmente, mesmo que isso implique trabalhar muito e fazer horas extras. A universidade de Évora ajudou-me a criar o meu caminho, sendo preciso muita persistência individual. Saber aproveitar os recursos que estão ao nosso dispor, reinventar metodologias de trabalho, pertencer a grupos de pessoas que te estimulem culturalmente e criativamente é um ponto fundamental e foi algo importante que encontrei em Évora. Não é fácil comparar a oferta cultural das grandes cidades, olhando para trás acredito que ter iniciado os meu percurso académico em Évora ajudou-me a ter um crescimento gradual a todos os níveis sem a pressão ou o stress das metropolis.

Dt. Testemunho: 10.04.2018