Pedro Miguel Nunes
Mestrado em Engenharia de Biossistemas /2010 -2012
O melhor incentivo que posso deixar é muita determinação, confiança nos objetivos e aproveitar a experiência de estudar em Évora e numa Universidade com a história que a Universidade de Évora tem.

Ano 1998 (Licenciatura Engenharia Agrícola - Ramo Científico-Tecnológico) Ano 2010 (Mestrado Engenharia Biossistemas - Ramo Bioenergia)

Cargo à data do testemunho:

Coordenador do Centro de Inspeção de Pulverizadores do COTHN Membro da Comissão Técnica n.º 2 para a Normalização em Máquinas Agrícolas

1 - Como foi estudar na Universidade de Évora?

O ingresso no curso de Engenharia Agrícola da Universidade de Évora sucedeu pela minha prioridade no aprofundamento dos conhecimentos em ciências agrárias, muito devido à minha paixão ligada às máquinas agrícolas e a curiosidade que a agricultura me suscitava.
O acesso ao ensino superior pela Universidade de Évora foi a melhor das opções por todo o ambiente que rodeia a Universidade. O Alentejo e a cidade de Évora que não conhecia, as pessoas, os amigos e professores que muitas recordações me trazem. São todos importantes para o meu crescimento como pessoa, a quem sou muito grato por todas as vivências que usufruí.

2 - Como descreve o impacto na vida profissional?

A entrada na vida profissional, hoje, não é propriamente fácil, por várias ordens de razão. No entanto, em Évora tive a oportunidade e o tempo necessário para aprender, despertar a curiosidade e ter o conhecimento necessário, mas também a versatilidade e capacidade de iniciativa caraterísticas muito importantes numa profissão, dos dias de hoje.
Os momentos vividos em Évora, quer durante a licenciatura, quer durante o mestrado, são certamente importantes para alcançar com confiança os objetivos que me vou propondo, nos desafios com que me vou deparando.
Foi certamente a melhor preparação que poderia ter para entrar na vida profissional com confiança, nas capacidades e nas ferramentas que havia adquirido pela Universidade.

3 - Integra algum projeto que pretenda divulgar? Em que consiste?

Em 2007, quando fui admitido no COTHN (Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Nacional), tive o prazer de começar a trabalhar em algo relacionado com máquinas agrícolas e, a oportunidade de acompanhar os debates sobre equipamentos de aplicação de produtos fitofarmacêuticos que se iam fazendo na Europa.
Com o passar do tempo fui melhorando a oferta do serviço de inspeção, que tinha sido criado pelo COTHN em 2006, e fui adaptando às reais necessidades dos agricultores, por ir conhecendo melhor a realidade do parque de máquinas agrícolas do país.
Mais recentemente, em 2016, tive a oportunidade de apoiar, a Hexastep, a Universidade de Évora e a Micron UK no projeto CARTS para o desenvolvimento de um equipamento de pulverização diferenciada e, em tempo real para a vinha. Esta máquina tem a capacidade de avaliar a copa do bardo e ajustar o débito, em tempo real, em função do volume do bardo.

4 - Que mensagem de incentivo pretende deixar a futuros e atuais alunos?

O melhor incentivo que posso deixar é muita determinação, confiança nos objetivos e aproveitar a experiência de estudar em Évora e numa Universidade com a história que a Universidade de Évora tem. Por fim só posso deixar o lema da Universidade de Évora "honesto estudo com longa experiência misturado".

Dt. Testemunho: 10.04.2018